• Daiana Silva

Cânion Itaimbezinho

O Cânion Itaimbezinho é a grande estrela da região. É o cânion mais famoso e também um dos mais belos. Suas paredes medem 5,8 km de extensão, 720 metros de profundidade e 600 metros de largura.


O nome é de origem tupi-guarani, alusivo aos índios, os primeiros habitantes do local, e significa “ita=pedra” e “aimbé=cortada, afiada”. Ou seja, pedra cortada ou pedra afiada.


O Itaimbezinho fica no Parque Nacional de Aparados da Serra, unidade de preservação mantida pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade) e criada em 1959.


As Trilhas

No Itaimbezinho podem ser feitas três trilhas: duas na parte alta, onde fica a sede do Parque Nacional de Aparados da Serra, em Cambará do Sul (RS); e uma na parte de baixo, no interior do cânion, com entrada pelo município de Praia Grande (SC).


Na parte alta, os visitantes podem percorrer a Trilha do Vértice (1,5 km) e a Trilha do Cotovelo (6 km). Os caminhos podem ser percorridos a pé ou de bicicleta. Para o passeio na parte alta do Cânion Itaimbezinho reserve um dia e para a Trilha do Rio do Boi outro dia.


Trilha do Vértice

Esta trilha possui 1,5 km de extensão. Em seu percurso há mirantes, passarelas e placas. Em seu primeiro mirante é possível ver a Cascata das Andorinhas, que possui uma queda de aproximadamente 300 metros de altura. Suas águas são formadas pelo Arroio Perdizes. No segundo mirante é possível ver a Cascata Véu da Noiva, com uma queda de 500 metros. Suas águas são formadas pelo Arroio Preá, que ajuda na formação do Rio do Boi. No terceiro mirante é possível ver as duas cascatas e o início do Cânion Itaimbezinho, que é em forma de vértice e dá origem ao nome da trilha.


Trilha do Cotovelo

Esta trilha possui 6 km de extensão. A maior parte do trajeto é percorrida por uma antiga estrada do parque e o restante do caminho é feito pela borda do Cânion. Chegando ao mirante é possível ver a imagem clássica dos paredões do Itaimbezinho, com o caminho do Rio do Boi no meio. Também é possível ver de pertinho as duas cascatas e uma terceira, chamada Seu Marçal. A Trilha do Vértice e do Cotovelo podem ser feitos em uma manhã ou em uma tarde.


Trilha do Rio do Boi

Esta é mais longa e também a mais difícil do Parque Nacional de Aparados da Serra. O acesso é por Praia Grande (SC) e só é possível fazê-la com o acompanhamento de um guia ou condutor credenciado.


A caminhada é feita na parte debaixo do Cânion Itaimbezinho, no seu interior. São 8 km de trilha passando por dentro do rio. A caminhada dura de cinco a sete horas. No verão, o passeio possibilita banho de cachoeira e em piscinas naturais. Reserve um dia para este passeio.


Dias e horários de visitação:

  • De terça a domingo: das 8h às 17h

  • Horário limite na Trilha do Cotovelo: até às 15h

  • Horário limite na Trilha do Rio do Boi: até às 13h

  • Horários das agências para a Trilha do Vértice e do Cotovelo: das 8h às 13h ou das 14h às 19h

  • Horários das agências para a Trilha do Rio do Boi: das 8h às 19h


Distâncias:

  • Do Centro de Cambará do Sul (RS): 18 km


Ingresso:

  • Entrada gratuita


Infraestrutura:

  • Centro de visitantes com exposição, auditório e banheiro público.


Importante:

  • É proibido acampar, acender fogueira, levar bichos de estimação e alimentar animais silvestres.


Dicas:

  • Use roupas leves e confortáveis, assim como, tênis ou calçados apropriados para caminhadas.

  • Leve protetor solar e repelente.

  • Informe-se antes sobre as condições da estrada de acesso aos cânions.

  • A Trilha do Vértice e do Cotovelo podem ser feitas sem condutor ou agência, porém, saiba que sozinhos só é possível contemplarmos a natureza e com o acompanhamento de um condutor a atividade vira uma experiência rica de informações e curiosidades.


Contatos Úteis:

  • Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral: (54) 3251.1557

  • Secretaria Municipal de Turismo: (54) 3251.1557

  • Casa do Turista: 3251.1320



5 visualizações0 comentário